Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

NOVO POST

A brutalidade da banalidade

Dizem-me professores que se dizem mui sérios, que aprender a pintar é apenas aprender a desenhar.
E que aprender a desenhar a sério é o que se obtém pela visão directa, mais chã, da “realidade”.

E dizem-se artistas !

Pura e simplesmente porque dominam a técnica, não a alma da pintura.
A alma não está lá, voa incessante, para além do infinito.
Estas almas são calmas. E nada aprenderam com a necessidade interior de Kandinsky, esse mago da forma e da cor, tão livre como só a natureza.
E imitam talvez o impressionismo, mas apenas a sua impressão, sol nascente e nunca o poente de tal ser.

Realistas, hiper- realistas, aguarelistas, chicanistas, alfarrabistas, alpistas e um pouco surrealistas e muito muito competentes.
O problema talvez esteja aí: onde se quer talento e alento ao vento sem tempo, dá-se em troca competência plena de ciência.

Algum dia alguém me vai ainda explicar o que é isso de “competência” !
Será saber desenhar sem sonhar ?
Saber pintalgar sem amar ?
Saber esculpir sem sentir ?

Para es…

Mensagens mais recentes

A verdade da mentira

Pasito a pasito

Mitos ritos e putos parvos

O povo é duro mas é o povo

Artista pobre artista snob e artista flop

O terceiro milagre